• Atendimento ao Cliente (15) 3227 2728
  • comercial@mecanicawilson.com.br
18
jun

Sabe quando você sente aquela trepidação no volante no momento em que seu carro atinge mais de 60 km/h? Pois saiba que está na hora de fazer o balanceamento de rodas. O desequilíbrio pode danificar a suspensão e outros componentes do veículo.

Portanto mais que um incômodo, o trepidar desestabiliza o seu automóvel, podendo provocar acidentes de trânsito. Dessa forma, além da segurança e do conforto ao dirigir, um carro bem balanceado é mais seguro e também econômico.

Leia este artigo até o final e saiba que o balanceamento de pneus vai gerar mais economia para você, juntamente com outros serviços de manutenção.

Quais as vantagens do balanceamento de rodas?

De tempos em tempos é crucial fazer o balanceamento de rodas no veículo. Confira aqui as principais vantagens deste procedimento:

  • aumento da vida útil dos pneus;
  • perfeito funcionamento da suspensão e outros componentes;
  • conforto e segurança ao dirigir;
  • economia de combustível.

Uma informação que você precisa saber é que uma roda gira em alta velocidade. Por exemplo: uma roda de 15 polegadas gira cerca de 2.100 vezes por quilômetro. Por isso o desgaste pode ser acelerado.

Dessa forma o desbalanceamento desgasta irregularmente os pneus, provocando a troca antecipada desses elementos tão importantes para a estabilidade da direção.

Por isso o descuido do proprietário pode comprometer a capacidade de frenagem do veículo, pois com a falta de manutenção do conjunto de pneus e rodas perde-se a aderência junto ao asfalto.

Outro importante aspecto é que as rodas não balanceadas reduzem a quilometragem por litro de combustível, fazendo com que o proprietário tenha que abastecer o tanque com mais frequência.

Que outros cuidados devo tomar com os pneus?

Como você notou, os pneus balanceados são essenciais para a estabilidade da direção. É por isso que além do balanceamento de rodas existem outros procedimentos importantes para manter pneus e rodas em dia.

Por isso todo bom motorista deve fazer a calibragem periódica dos pneus conforme as libras estipuladas no Manual do Proprietário.

Outra recomendação é providenciar o alinhamento (para ajustar o ângulo das rodas).

Um valioso detalhe a ser observado é a instalação de pneus do mesmo tamanho nos automóveis e, se possível, da mesma marca em todos os eixos. Pois pneus diferentes podem afetar a eficiência do balanceamento.

Quando eu preciso fazer o balanceamento?

Como visto até aqui o balanceamento de rodas é importantíssimo para a estabilidade e a durabilidade dos pneus. Se você tem dúvidas sobre a periodicidade com relação a balancear carro, veja a seguir nossas orientações de quando fazer o procedimento.

  • A cada 10 mil quilômetros rodados;
  • A cada troca de pneus;
  • A cada rodízio de pneus;
  • A cada troca de câmara de ar do pneu;
  • A cada vez que passar num buraco grande ou bater as rodas.

Lembre-se, portanto, que o balanceamento de rodas deve ser feito em oficina automecânica de confiança, preferencialmente, quando for realizar outros procedimentos.

Na Mecânica Wilson é possível realizar o balanceamento, alinhamento e troca de óleo além de outros serviços de revisão, no mesmo dia, facilitando assim a organização do seu cronograma.

Afinal ter de levar seu veículo em diferentes oficinas para realizar diferentes serviços vai lhe causar dores de cabeça com relação à otimização do seu tempo.

Resumidamente, o balanceamento deve ser um item indispensável na manutenção do seu veículo. Dele depende a estabilidade do conjunto de pneus e rodas.

Se você gostou desse assunto, Mande seu número em nosso WhatsApp clicando aqui para receber notícias exclusivas sobre os cuidados com o seu veículo.



Tags: , , ,